Sunday, June 22, 2008

o medo;

eu tenho medo do escuro, principalmente daquele que vaga entre meus pensamentos, às vezes ele abre valas entre a sensatez e o desejo e como quem dissesse 'crie coragem, pule que o pior já passou.' vai deixando o tempo passar de um lado a outro, inocentemente, despreocupado, desavisado.
desastroso seria se aqueles pontos de lucidez resolvessem tornar à vida, mostrariam todos os traços de coerência que faltam em meu rosto, frio, o tempo mudou, não parece começo do ano não? outono, monótono, monocromático, escasso, deixe as flores passearem um pouco lá fora, essa cor já me cansou, vou pintar o céu de outra cor, vou tentar colocar todas aquelas estrelas que guardei na gaveta, não abra! existem pensamentos, desejos e vontades escondidos aí. vá com calma, pode ser perigoso conhecê-los.

No comments

© pensamentos voam com o vento;
Maira Gall